O teu novo mundo…

Da descoberta, às promessas, aos medos e receios… A maternidade está cheia de fases. Em cada uma delas, há sentimentos que ressaltam e outros que quase esmorecem. É neste oscilar entre sentimentos que vive o coração de uma mãe. Não é à toa que se diz que a maternidade é a maior montanha russa do mundo.

E, de repente, tens o mundo nas tuas mãos!

Tornaste-te mãe! Deste ao mundo uma nova vida! Tornaste-te na pessoa mais importante na vida de alguém. Multiplicaste uma parte de ti…

Tens um mundo novo nas mãos, mas não sabes ao certo o que te espera. Imaginas que seja maravilhoso, talvez desafiante, que o tempo passe depressa… Mas em que medida? O que significa tudo isso? O que significam todas estas frases cliché que toda a gente diz?

Tu não sabes, mas estás curiosa por descobrir. Trazes o novo ser contigo, fazes-lhes promessas e juras de amor eterno. Olhas para ele e prometes dar tudo para o fazer feliz. Prometes ser a melhor mãe do mundo. Prometes estar sempre lá para ele, prometes dar-lhe colo sempre que ele quiser, prometes ser a sua companhia e nunca mais o largar. Prometes-lhes coisas que nunca prometeste a ninguém. Sentes uma felicidade enorme, um orgulho que não cabe no peito. Estás num mundo novo, parece um mundo encantado…

Voltas para casa, o tempo começa a passar e as primeiras noites de insónias a surgir… O cansaço começa a acumular, a quantidade de coisas e de responsabilidades aumenta e a dificuldade em conciliar tudo o que fazias com o que há de novo para fazer parece não ter fim. Questionas porquê, se irá passar, duvidas de ti e das tuas capacidades. Mas lembras-te das promessas que fizeste. Respiras fundo e queres recomeçar.

A primeira doença aparece, não sabes o que fazer com a febre que não parece baixar. Voltas a duvidar de ti e a questionar “Até quando será assim?”. O medo e as dúvidas aumentam, o coração aperta e até a respiração fica acelerada. Mas, na manhã seguinte, aquele ser tão pequenino quanto delicado esboça o seu primeiro sorriso e tudo parece perfeito novamente. Voltas a respirar de alívio, a recarregar forças e percebes que todas as fases irão terminar. Aí, acreditas que não há lugar nenhum do mundo que seja mais importante do que o teu. Aí, percebes que esse mundo novo será feito de altos e baixos. Percebes que serás colocada à prova, que em cada prova poderás sentir-te sufocar. Mas, ao mesmo tempo, não desejas que nada seja diferente. Sentes-te mais completa, mais feliz do que alguma vez foste. Percebes o que é amar outro alguém mais do que a ti própria. És feliz.

Ter alguém nos braços, a quem chamamos de nosso é algo indiscutivelmente tão maravilhoso quanto assustador. Aqui, na Blogazine, procuraremos mostrar todos os lados deste mundo incrível que é o da maternidade. Falaremos sobre as maravilhas, mas também sobre as aventuras e dissabores. Porque não há desafio maior do que o de vestir o papel de mãe.

Luísa Felgueiras

Mãe de dois, o Gabriel e a Estrela. Terapeuta Ocupacional de profissão, com exercício e formação nas áreas da pediatria e saúde mental. Blogger nos tempos livres, autora do Blog da mamã Lu. A escrita faz parte da sua vida desde que lhe deram um diário e um lápis para a mão.

One thought on “O teu novo mundo…

  • Maio 7, 2020 at 3:49 pm
    Permalink

    Lindíssimo! Muitos parabéns!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *