Aprendizagens que ficarão para a vida…

A maternidade começa na gravidez. E se a gravidez é o primeiro momento marcante na vida de uma mãe, as grávidas que vivem nesta fase de pandemia nunca mais a esquecerão…

Medos, inseguranças, dúvidas, expetativas, desejos, sonhos,… Tudo isto e muito mais faz parte do pensamento de uma grávida. Se já estiveste grávida serás capaz de identificar cada uma destas coisas. Recordarás o reboliço que é uma gravidez, recordarás as fases mais exigentes, mas também os melhores momentos com um sorriso nos lábios, porque já passou. Tudo passa…

Este ano, novas grávidas passaram e passarão por tudo isto. Se já foste mãe, certamente compreenderás que as mamãs de 2020 vivem uma realidade base igual, elevada a um expoente incerto de sentimentos.

Se é desafiante ser mãe, se é exigente ser mãe durante uma quarentena, quão desafiador será estar grávida e dar à luz em plena pandemia?

Só quem passa por isso saberá descrever o desafio que tem em mãos. Se és uma dessas pessoas, a Blogazine quer deixar-te uma palavra de força e encorajar-te a enfrentar todos os teus medos. Tens em mãos um dos maiores desafios de ser mãe: enfrentar os medos do mundo e aceitar que o teu filho pertencerá a um novo mundo onde a segurança não está garantida.

Durante todo o tempo de gestação, desejaste abraçar o teu bebé. Sabes que terás a vida inteira para o fazer. Mas, talvez pelo medo acrescido de não saberes se o vírus fará parte do teu percurso, terás um desejo maior de o manter nos teus braços quando nascer. Terás ainda, possivelmente, um desejo maior de o proteger.

Esta fase de pandemia é uma verdadeira dor de cabeça, não podemos negar. Não podemos romantizar esta fase tão importante e especial na vida de uma mãe e uma das fases que mais dúvidas e expetativas coloca. Mas podemos fazer-te perceber que és forte e irás conseguir cumprir o teu papel, na perfeição.

Se há algo que esta fase te dará são ferramentas. Não as ferramentas para lidar com o vírus, mas dar-te-á ferramentas para lidares com a vida, com a tua nova vida. Aprenderás primeiro do que muitas de nós que não há lugar nenhum do mundo que possa proteger o teu filho melhor do que o teu.

Esta é uma fase verdadeiramente exigente. Terás que aprender à força a gerir as tuas inseguranças em prol de um bem maior. Terás que aprender a gerir à força as tuas emoções quando olhares à volta e não estiver ninguém ao teu lado, para te apoiar. Terás que aprender a dar de ti mais do que prometeste dar, sem pausas ou interrupções. Terás que aprender da noite para o dia que apenas a tua intuição de mãe saberá a resposta, quando tiveres dúvidas sobre o que fazer, quando precisares de opiniões de outras pessoas e elas não estiverem lá para as dar. Terás que aprender a sentir o valor que as visitas podem ter quando quiseres relatar vezes sem conta como foi mágico o momento em que viste o teu bebé pela primeira vez. Terás que aprender a desenrascar-te e a improvisar quando precisares de sair à rua com o teu recém-nascido e tiveres medo de o trocar num espaço público ou de pedir a alguém para o segurar. Terás que aprender a olhar para o teu lar como o teu novo espaço principal quando tiveres vontade de sair à rua e sentires que não é seguro fazê-lo. Terás que aprender a gerir as saudades das tuas amigas antes que tenhas tempo de mostrar-lhes que as tuas prioridades mudaram.

Tu, mãe desta fase de pandemia, terás certamente mais coragem do que muitas de nós. Terás aprendizagens que muitas outras mães demoraram anos para adquirir.

Ser mãe é isto mesmo: é viver no incerto, na dúvida, no medo. É aprender a viver de forma simples, a restringir tantas e tantas vontades, a passar para segundo plano os teus desejos e passar a viver em prol de uma vida que sentirás muito mais valiosa, por alguém que darias a vida se fosse preciso. E acredita, já estás a dar.

A ti, que és mãe de primeira viagem, segunda ou terceira, a ti, que estás grávida ou que és uma das mães desta fase, muita força! Ultrapassar esta fase só te provará que és capaz de tudo. Aproveita cada dia, um de cada vez, sem pensar muito no futuro. Esse chegará bem mais depressa do que alguma vez o sentiste. Porque agora, o tempo vai mesmo passar a correr.

Luísa Felgueiras

Mãe de dois, o Gabriel e a Estrela. Terapeuta Ocupacional de profissão, com exercício e formação nas áreas da pediatria e saúde mental. Blogger nos tempos livres, autora do Blog da mamã Lu. A escrita faz parte da sua vida desde que lhe deram um diário e um lápis para a mão.

One thought on “Aprendizagens que ficarão para a vida…

  • Maio 12, 2020 at 10:14 pm
    Permalink

    Genial 👏
    Obrigada por essas palavras que nos dão força… a força que precisamos 😍
    Vamos aproveitar cada dia, deste momento mágico 🤰

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *