Como tratar uma pele oleosa?

Quais os cuidados cruciais para tratar uma pele oleosa? Hoje contamos-te tudo.

Uma pele oleosa é aquela que tem uma atividade exacerbada das glândulas sebáceas, o que resulta numa produção de oleosidade aumentada. Com isto, há uma maior probabilidade de se formar pontos brancos e pontos negros, bem como existir alguma propensão para a acne.

Para além disto, é um tipo de pele que facilmente desidrata, sendo de suma importância utilizar produtos com uma fase aquosa elevada, a fim de contrariar este efeito.

Como tratar de uma pele oleosa?

Mas, afinal, quais os cuidados cruciais para termos uma pele oleosa bem tratada?

Limpeza

Deverá ser uma limpeza que remova eficazmente o excesso de sebo produzido, tendo o cuidado de não ser demasiado agressivo, ou seja, remover o sebo, mas não em excesso. Caso contrário, iremos estar a remover os lípidos naturais da pele, levando a possíveis irritações.

Quem tem uma pele oleosa sente mais conforto ao utilizar um produto de limpeza que envolva a sua remoção com água. Gosta de sentir a pele fresca, daí que não é de admirar que as texturas preferidas sejam em gel ou em óleo, mas também podem utilizar uma água micelar ou uma água lipossomada, se se sentir confortável.

A higiene deverá ser com a pele húmida, exercendo movimentos circulares suaves e remover o produto com água abundante.

Como tratar de uma pele oleosa?
Hidratação

Por norma, as texturas mais utilizadas são em gel, creme ligeiro ou em gel-creme. No entanto, também podes tratar da tua pele oleosa com um óleo. Parece estranho? Nós explicamos. A pele oleosa produz sebo, às vezes em quantidade elevada. Se usares um óleo para hidratar a tua pele, as glândulas sebáceas já não irão precisar de produzir tanto sebo. Assim, consegues uma ação seborreguladora.

Para além da ação hidratante, que deves privilegiar, podes utilizar produtos com ação matificante, se o teu objectivo é remover o brilho em excesso da tua pele. Um efeito que não é procurado por toda a gente, mas que permite manter a pele com o brilho e a luz naturais e não um brilho proveniente de excesso de sebo, que é algo que, à primeira instância, parece um bocado inestético, não achas?

Aquilo que nunca te podes esquecer é manter a tua pele hidratada. Caso contrário, há uma maior produção de sebo, logo, maior propensão para formação de pontos brancos e negros, bem com acne.

Proteção Solar

Como em todos os tipos de pele, a proteção solar é indispensável. Felizmente, no mercado já existem imensas opções mais adaptadas a uma pele oleosa, nomeadamente os gel-creme de toque seco, os fluídos ou até mesmos as brumas, que não são mais do que sprays que libertam uma camada muito fina de produto que se deposita na pele e é rapidamente absorvida pela mesma.

Passos complementares

Uma pele oleosa pode, e deve, ter cuidados extra e aqui falamos de máscaras, que podem ser hidratantes (em tecido ou em creme), máscaras de argila (se gostares), máscaras peel-off , e oxigenantes; e os esfoliantes, que podem ser físicos, químicos, enzimáticos ou uma mistura deles.

Deves ter cuidado na aplicação dos esfoliantes: não deves exercer demasiada pressão. Caso contrário vais danificar a pele. Quanto à sua frequência, idealmente, duas vezes por semana.

No que diz respeito às máscaras, devem ser colocadas depois da esfoliação e respeitar o tempo de permanência na pele. Depois de remover a máscara, podes proceder ao cuidado de rosto habitual e já está.

Estas foram algumas dicas básicas que a Blogazine tinha para te dar para cuidares da tua pele oleosa. O mais importante é escolher os produtos mais adaptados ao nosso tipo de pele, bem como saber utiliza-los. Só assim, teremos uma pele saudável e bonita.

Que produtos utilizam para cuidar da vossa pele?

Ricardo Rodrigues

Farmacêutico, pós-graduado em Dermatocosmetologia, autor do blogue "O Pinguim Sem Asas" e natural da cidade do Porto. Um apaixonado por cosméticos que acredita que toda a gente tem potencial para ter uma pele incrível e saudável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *