Como estimular um bebé através da música?

Queres aprender como realizar uma sessão musical com o teu filho? 

Inúmeros estudos indicam o benefício da música no desenvolvimento do bebé, ainda mesmo dentro do útero. Cantar para os bebés é algo ancestral, que todos vivemos e presenciámos desde sempre. Este é um hábito que devemos manter e preservar pelo valor que tem para o desenvolvimento do bebé assim como a ligação adulto-bebé.

A música é arte e a arte potencializa inúmeras competências que vão para além do óbvio.

Aqui estão alguns benefícios da música no teu bebé:

– Transmite emoções e permite-lhe aprender a fazê-lo; 

– Tranquiliza o bebé; 

– Estimula a linguagem e desenvolve competências que levam à aprendizagem da leitura; 

– Confere raciocino lógico e noções matemáticas através do estímulo de partes do cérebro utilizadas para desenvolver essas competências;  

– Confere vocabulário musical ao ouvir diversos estilos de música; 

– Associada ao movimento, permite desenvolver de forma calma a psicomotricidade. 

E o melhor é que podemos fazer pequenas sessões de estímulo em casa, à semelhança e na continuidade do que é feito nas nossas creches.

Escolhemos um exemplo simples e básico. Vamos começar? 

1- Procura um espaço calmo e confortável em casa, de preferência sem mais ruídos (a não ser que o barulho de fundo seja algo naturalmente relaxante como sons da natureza).

2- Procura acalmar-te e acalmar o teu bebé. Se ele não estiver predisposto adia. Respeita sempre os ritmos do bebé.

3- Concentra-te nele e só nele, sem distrações que possam impedir a vossa conexão. Como em qualquer atividade com bebés, na música é necessária uma ligação visual, física e psicológica permanentes. 

4- Inicia com instrumentos musicais com sons não muito fortes como o pau de chuva, as maracas ou uma viola. Podes sempre construí-los com mateiros reciclados. Apresenta-os, deixa que os explore.

5- Faz ritmos e, caso o teu bebé já consiga, pede-lhe que te imite. Recolhe depois os instrumentos, quando ele já não sentir interesse por eles. 

6- Coloca uma música. 

7- Dança com o teu bebé ao colo ao som da música, deixem-se levar por ela e/ou façam movimentos de estímulo psicomotor.

8- Escolhe outra música, uma música calma e façam um momento de retorno à calma com movimentos e vocalizações suaves.

A música calma deve ser sempre a mesma e colocada sempre que fizeres uma sessão musical. Assim, quando a ouvir, o teu filho antecipa o momento que se segue. 

Esta sessão não tem duração de tempo nem tem de ser completa desde a primeira vez. Vais perceber quando já não dá mais e o teu filho dispersa, aí está na hora de passar ao passo seguinte. 

Estas sessões também não substituem as que são feitas pelos profissionais, são complementos e uma forma de transformar o tempo com o teu filho em tempo de qualidade. 

Lanço-te o desafio de fazeres com o teu filho e publicares vídeos/ fotos identificando a Blogazine.

Patrícia Paulo

Educadora de Infância e Mãe de dois. Alia a experiência à formação e partilha o seu conhecimento com pais e profissionais. Utiliza a escrita como forma de os ajudar a tomar decisões e executar ações conscientes e informadas no âmbito da educação. Autora da página Le Petit Vi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *