Escolher a escola: 7 Aspetos a ter conta.

Escolher a escola de um filho pode ser uma árdua tarefa. Deixamos algumas dicas de como escolher este local tão importante.

Em algumas famílias, a escolha da escola não é posta em causa pelos mais variados motivos (não existir vagas, questões económicas,…). Felizmente a maioria tem essa possibilidade e quando esta existe devemos escolher com conhecimento informado a escola do nosso filho.

Não é fácil, principalmente para quem não é da área e não tem experiência. Vamos ajudar-te a realizar essa escolha com 7 dicas.

1- Zona geográfica

A grande maioria dos pais não trabalha no local onde vive. Em muitos dos casos, a distância entre uma coisa e outra implica mais de meia hora de caminho. Então é importante decidir se queremos uma escola perto de casa ou perto do trabalho. Perto de casa temos a possibilidade de, mesmo doentes ou de folga, podermos levar facilmente a criança à escola. Estando perto do trabalho conseguimos mais uns minutos por dia de tempo com eles e menos tempo na escola e, no caso dos bebés que estão a ser amamentamos, poder amamentar, por exemplo, na hora de almoço. 

2- Valores da mensalidade 

É preciso pedir o regulamento interno e fazer muitas contas: o que inclui a mensalidade, se existem extras (ex: extra curriculares, alimentação, prolongamentos), quantas mensalidades se pagam por ano, se as mensalidades são pagas logo desde a inscrição, qual o valor da inscrição,… tudo conta. 

3- Férias/ encerramento da instituição e horários 

Muitas instituições fecham para férias e encerram em dias específicos. É importante saber este pormenor para conciliar com a vida profissional dos pais. 

Os horários vão definir se é ou não viável ter uma escola perto de casa/ trabalho. Porque nem todas as escolas têm horários alagados e pode ser necessário a criança frequentar um ATL ou outro que complete o horário laboral dos pais.

4- Recetividade aos pais

Os pais são parte da comunidade educativa. Eles devem fazer parte de tudo o que lá acontece. De forma física, digital, como for, terão de estar presentes todos os dias. Os pais são bem-vindos? Então isso é um bom sinal.

5- Tipo de modelos pedagógicos e práticas educativas

Existem escolas ditas “tradicionais”, exigem escolas católicas, existem escolas com práticas ligadas à natureza. Neste momento existem, felizmente, muitas escolas diferentes com as quais os pais se devem identificar. De acordo com as suas práticas educativas, cada uma terá as suas regras que devem ser cumpridas e aceites pelos pais e por isso é importante conhecê-las. 

6- Alimentação 

Algumas escolas têm alimentação fornecida por empresas, outras confecionada na instituição. Algumas escolas recorrem a nutricionistas para uma ementa saudável, outras nem por isso. Este é um aspeto importante para ti? Então deves pedir para consultar a ementa. 

7- Ambiente educativo 

Último e mais importante aspeto. Quando se entra na escola tem de se respirar amor. Tem de haver sorrisos, gargalhadas, carinho quando uma criança chora, tem de haver empatia com as crianças que estão na sala, mais do que com os pais que visitam a escola. Elas têm de ser sempre a prioridade. O bom ambiente sente-se quando se entra e ele é a alma da escola. Não te podes esquecer que o mais importante é que o teu filho esteja bem. 

Se ainda assim surgirem dúvidas pensa onde te sentiste mais em casa, onde achas que o teu filho vai ser mais feliz. Tenho a certeza que, de alguma forma, a resposta surgirá. 

Patrícia Paulo

Educadora de Infância e Mãe de dois. Alia a experiência à formação e partilha o seu conhecimento com pais e profissionais. Utiliza a escrita como forma de os ajudar a tomar decisões e executar ações conscientes e informadas no âmbito da educação. Autora da página Le Petit Vi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *