Fundação Serralves: Arte, cultura e natureza

Localizada no Parque de Serralves, na Cidade do Porto, esta fundação constituída pelo Parque de Serralves, a Casa de Serralves, Casa do Cinema e pelo Museu de Arte Contemporânea de Serralves, é uma verdadeira pérola da cultura e da natureza.

Inicialmente apenas existia a casa de Serralves, mandada construir pelo 2º Conde de Vizela, esta casa além de ser usada para habitação própria, albergava também as exposições realizadas pela fundação. Hoje visitar a casa, é fazer uma verdadeira viagem no tempo que nos permite conhecer um exemplar único da arte decó dos anos 30.

Anos mais tarde foi mandado construir o museu de arte contemporânea que recebe exposições de artistas de todo o mundo e tem um riquíssimo espólio.

Aqui encontramos ainda a Casa do Cinema de Manuel de Oliveira, inaugurada em 2019, mas já idealizada em 2008 após a fundação ter comemorado o centenário do cineasta com uma exposição. Assim, esta casa é o mais rico museu de cinema do país.

Mas a chave de ouro desta fundação é mesmo o seu parque. Projetado no século XX, este parque tem 18 hectares e é composto por uma grande diversidade de magníficos espaços ligados entre si.
Além desta beleza, os jardins são também palco de exposições de obras de variadíssimos artistas, como a tão conhecida Joana Vasconcelos.

Todos os anos o parque é também palco de espetáculos de música e cinema, chamando assim ao seu espaço milhares de visitantes quer portugueses , quer estrangeiros.

De uma grande riqueza natural, a visita ao parque pode ser feita por diversos percursos diferentes que permitem apreciar a diversidade do seu património arbóreo e arbustivo, o qual inclui mais de 8000 exemplares de plantas.

Os Percursos:

Os jardins e os bosques : este percurso desenvolve-se em torno dos jardins em proximidade à Casa e ao Museu. 

– Os jardins, os bosques e a mata : este percurso desenvolve-se em torno dos jardins e bosques.

– Os jardins, os bosques, a mata e os campos : este percurso desenvolve-se em torno dos jardins e bosques em proximidade à Casa e ao Museu, com uma incursão pelo Mata-Sete.

– Árvores notáveis : este percurso desenvolve-se em torno das árvores notáveis do Parque, as mais antigas, majestosas e monumentais. 

– Esculturas no Parque : este percurso desenvolve-se em torno das esculturas no Parque, cerca de uma dezena de esculturas – expostas em permanência – que são obras da Coleção da Fundação de Serralves. 

– Pessoas com Mobilidade Reduzida : este percurso desenvolve-se em torno dos jardins e bosques do patamar superior do Parque, em proximidade à Casa e ao Museu.

Aqui são realizadas ainda imensas sessões fotográficas, principalmente as de muitos casamentos.

Para visitar a fundação é necessária a aquisição de bilhetes na bilheteira física ou online e estes podem variar desde bilhetes apenas para o museu, casa, parque ou bilhete geral que permite a visita a todos os pontos e os preços variam entre os 12€ e os 20€. Existem também alguns dias do ano em que o parque está aberto para entrada gratuita a todos os visitantes.

Como não ficar rendido?! Aqui podemos passear, respirar ar puro e adquirir um enorme conhecimento cultural. Curiosos?!

Alexandra Maia

Alexandra Maia, 31 anos, estudou psicologia mas a sua grande paixão é a fotografia. Em 2019 fez um curso de fotografia para aprofundar os seus conhecimentos e faz desta paixão o seu grande hobbie, viajando de máquina ao ombro e capturando todos os momentos. Partilha todas estas experiências no seu bloque pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *