A família vai aumentar?!

Estás a planear engravidar ou à espera de bebé? Então este texto é para ti!

Quando nos tornamos mães pela primeira vez aprendemos o verdadeiro significado da palavra “amor”. Passamos a amar incondicionalmente um novo ser. Passamos a priorizá-lo, a viver em função dele, a fazer tudo o que estiver ao nosso alcance pelo seu bem-estar.

Com isto, aprendemos e repensamos sobre tantas coisas outras coisas: a focar no essencial, a apreciar cada minuto da nossa nova vida, a melhorar cada parte de nós, a superarmo-nos. Passamos a sentir-nos completas, mas ao mesmo tempo, sufocadas por tanto amor e dedicação.

À medida que o tempo vai passando, os desejos e a pressão para ter o segundo filho começam a surgir dentro de nós e em casal. Começamos a questionar-nos sobre a hora certa para ter um novo bebé, para dar um irmão ao filho mais velho. A certeza de que a família não pode ficar por ali surge e torna-se mais forte do que nunca.

Então, é nesse momento de decisão que repensamos sobre a vida e colocamos na balança tudo o que temos vivido. Sabemos que ter um filho é exigente, que nos retira horas de sono, que as preocupações tornam-se maiores, a vida torna-se mais agitada,… Mas ao mesmo tempo, passamos a viver de forma muito mais feliz.

Questionamo-nos sobre várias coisas, surgem novas dúvidas e questões. Não sabemos se seremos capazes de dar conta de mais um filho, porque queremos ser igual ou melhor ao que somos para o primeiro. Algumas mães julgam não serem capazes de se entregar a mais alguém da mesma forma. Outras duvidam se serão capazes de amar mais alguém de forma igual.

Pois bem… São tantas as dúvidas que podem surgir. Não podemos garantir todas as respostas, mas sabemos que nenhuma mãe que teve mais do que um filho desejou voltar atrás e não os ter. E porquê?

Porque o amor aumenta de forma igual. O amor que sentes pelo teu primeiro filho será exatamente igual ao que sentirás pelo segundo. Aquele carinho, aquela vontade de abraçar, aconchegar e congelar o tempo voltará a dobrar. A vontade de cuidar, de não deixar que nenhum mal aconteça, de proteger, de observar a cada instante será exatamente igual. O amor que sentes pelo primeiro não diminuirá. Ele será ainda maior, mais especial.

O cuidado que terás com o segundo será mais simples, mais relaxado, mais descontraído. A experiência que tiveste com o primeiro ajudar-te-á a encontrar respostas para as mesmas e para novas situações com mais facilidade, a escutar a tua intuição, a ignorar palpites que não se enquadram com a tua visão sobre a maternidade. Cuidar do segundo filho é bem mais tranquilo. Já não exigirás tanto de ti. Saberás que tudo são fases e que todas passarão.

Serás ainda mais proativa, capaz de gerir mais tarefas e de aproveitar melhor o tempo, de forma mais produtiva e rentável. E aos poucos terás um novo motivo para contemplar uma nova forma de amor: o amor de irmãos.

Se ainda tens dúvidas quanto ao segundo filho, esperamos que essas dúvidas não se prendam por aqui.

É exigente ter mais do que um filho, mas é tão mais gratificante.

Luísa Felgueiras

Mãe de dois, o Gabriel e a Estrela. Terapeuta Ocupacional de profissão, com exercício e formação nas áreas da pediatria e saúde mental. Blogger nos tempos livres, autora do Blog da mamã Lu. A escrita faz parte da sua vida desde que lhe deram um diário e um lápis para a mão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *