5 Brincadeiras com caixas de cartão

Sempre que chega uma encomenda a casa aquela caixa de cartão é colocada no lixo, sem ser aproveitada e sendo, na melhor das hipóteses reciclada. Que tal utilizá-la para criar brincadeiras com os teus filhos? 

Todos já ouvimos dizer que as crianças precisam de pouco para serem felizes e que, de tudo, fazem um brinquedo. As caixas de cartão são ótimos objetos de estímulo da criatividade. O exercício mais desafiante é pedir que a criança imagine o que pode ser aquela caixa de cartão e, juntos, criarem e desenvolverem toda a brincadeira a partir daí. Na falta de ideias ou para dar aquele “empurrãozinho” seguem 5 sugestões de como transformar caixas de cartão em objetos de brincar. 

1- Garagem para os carros

Basta pedir à criança que pinte ou desenhe na caixa e deixá-la deitada, com a abertura de lado, de forma a que os carros entrem na caixa. Se quiserem ser ainda mais precisos podem desenhar ou recortar janelas, fazer estadas até à garagem ou até mesmo fazer uma porta (podem aproveitar uma das abas que permite a caixa fechar).

2- Um carro ou um coche

Precisamos de escolher uma caixa em que a criança caiba lá dentro: no caso do carro a criança pode ficar com o troco e cabeça de fora da caixa, no caso do coche convém que a caixa seja da altura da criança sentada ou maior.

Para fazer um carro são necessários 4 objetos redondos que possamos colar nas laterais para simular as rodas e, opcional, podemos colocar um objeto redondo numa das partes mais estreitas da caixa, de modo a fazer o volante. Os objetos podem ser, por exemplo, restos de cartão recortados. Podemos depois adicionar extras até onde a imaginação nos levar.

Para o coche o procedimento é o mesmo, com a diferença que deve ser recortado na forma de coche nas laterais. 

3- Jogos de encaixe 

Escolhemos 4/5 objetos que tenhamos por casa e depois, numa caixa com tamanho apropriado aos objetos, desenhamos e recortamos a caixa de modo a encaixá-los lá. Os objetos podem ser escolhidos pela criança de modo a que a atividade de encaixa seja mais estimulante e de forma a que o teu filho seja parte integrante da maior parte do processo.

4- Um computador portátil 

As caixas tipo “pizza” são ótimas. Têm a forma exata de um portátil e basta desenhar o ecrã e o teclado. Fácil não é?

5- Atelier de pintura

Antes de deitares fora aquela caixa enorme de papelão, coloca lá dentro o teu filho e dá-lhe lápis de cor, de cera, tintas e pincéis ou canetas de feltro. Depois deixa-o dar asas à imaginação. Vai ser o seu atelier de pintura e o resultado será uma verdadeira obra de arte.

A palavra de ordem é imaginação. Com ela estas ideias podem ir bem mais além ou transformarem-se noutras mais adequadas à tua logística e realidade. Depois de começar é usufruir do momento e descomplicar… 

Patrícia Paulo

Educadora de Infância e Mãe de dois. Alia a experiência à formação e partilha o seu conhecimento com pais e profissionais. Utiliza a escrita como forma de os ajudar a tomar decisões e executar ações conscientes e informadas no âmbito da educação. Autora da página Le Petit Vi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *