Dicas para viajantes vegan

És vegan e adoras viajar? Estas dicas vão te ajudar a desfrutar da tua viagem sem preocupações!

Ultrapassa a barreira linguística

Vais viajar para o estrangeiro e tens dificuldade em falar outras línguas? Para comunicares melhor e conseguires dizer que és vegan ou que não podes comer determinados sugerimos-te que prepares umas cábulas. Cria uma tabela com algum vocabulário importante na língua local para onde vais viajar. Palavras e expressões como “sou vegan”, “sou vegetariano”, “sem carne”, “sem peixe”, “sem ovos” e “sem leite ou derivados”. Isto vai ajudar-te se precisares de ir a um restaurante ou quando tomares o pequeno almoço no hotel. Outra sugestão é colocares numa tabela as imagens dos alimentos que podes/preferes comer com um visto verde e os alimentos que rejeitas com uma cruz vermelha. Para te facilitar poderás encontrar exemplos de cábulas deste género em várias línguas neste site.

Pesquisa sobre a gastronomia local

Ser um viajante vegan ou vegetariano implica fazer muita pesquisa pré-viagem. Quando pesquisas sobre os pratos tradicionais do teu destino, por vezes, deparas-te com uma variação desses pratos que foram alterados para uma versão mais saudável, principalmente em locais onde a carne ainda é tratada como um produto de luxo e os lacticínios não são consumidos com regularidade. Pesquisa aqui a gastronomia do teu destino de férias e percebe quais são os produtos animais mais consumidos para que possas tentar evitá-los e saberes o que pedir quando fores comer fora.

Encontra restaurantes veganos nas melhores apps

Se adoras comer fora e tens dificuldades em encontrar os melhores estabelecimentos que tenham pratos adequados à tua dieta, temos a solução para ti! Não percas de vista a app Happy Cow. Em qualquer parte do mundo, esta aplicação mostra-te restaurantes vegan e vegetarianos que existem, bem como lojas com produtos biológicos alimentares e farmacêuticos. Se não encontrares o teu restaurante favorito podes adicioná-lo para ajudar outros viajantes.

Reserva um alojamento adequado

Caso prefiras alojar-te num hotel, liga para a receção e informa-te se o mesmo oferece opções vegan. Se a cozinha do hotel não tiver possibilidade de satisfazer esse pedido, pelo menos saberás disso de antemão e poderás procurar uma alternativa.

Se preferires alugar um apartamento ou uma casa, certifica-te de que terás acesso a uma cozinha. Preparar as tuas próprias refeições e guardar alguns alimentos básicos no frigorífico pode poupar-te algum dinheiro e proporciona-te o controlo total de todos os ingredientes da tua refeição. O VegVisits é uma plataforma de reserva de casas/quartos para férias, como outras do género. A diferença é que o mesmo está direcionado a hóspedes vegan e vegetarianos, disponibilizando apenas o arrendamento de alojamentos com cozinha.

Prepara marmitas e snacks

Preparar a tua própria lancheira pode ser, talvez, a tua única opção. Aproveita esta viagem que tanto anseias e prepara um memorável piquenique com pão fresco, frutas e legumes do mercado. Prova alguns dos produtos locais que nunca experimentaste. Os snacks são essenciais em qualquer viagem, por isso tem sempre contigo uma caixa/frasco com nozes, chocolate negro, ou mousse de chia. Nunca se sabe quando a fome irá apertar!

Com estas fantásticas dicas de viagem não terás de te preocupar mais.
Agora, ser um viajante vegan é mais fácil!

Cristina Marques

É amante de viagens, uma food lover e adora fotografia paisagística. Gosta também de ler e escrever sobre destinos turísticos e, em 2017, criou o seu próprio blog de viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *